Empreendedores de pequenos negócios são os grandes protagonistas da economia maranhense

Empreendedores de pequenos negócios são os grandes protagonistas da economia maranhense

Neste dia 5 de outubro, o Brasil celebra 93 milhões de brasileiros (entre 18 e 64 anos) que, de alguma forma, estão envolvidos com o empreendedorismo ou são donos de empresas. Pessoas que resolveram empreender para compor a renda familiar ou enxergaram no mercado uma oportunidade.

São empreendedores como a paranaense Darlene Zago Dequech. Aos 49 anos, recém-chegada a São Luís, ela atuava com a família no ramo do agronegócio. Por aqui, morando longe da fazenda, sentia faltar algo para ocupar o tempo. Veio daí a ideia de investir em conhecimento, em uma faculdade de Gastronomia, privilegiando algo que desse prazer e pudesse ocupar o tempo. 

Não demoraria muito, a veia empreendedora ganharia evidência, sob a forma da cafeteria Casa Di Amici. Munida de uma boa ideia e contando com apenas duas pessoas na empreitada, Darlene começava ali um negócio que logo seria referência no mercado

Hoje, aos 60 anos, com a nora Isis ela comanda o negócio, conciliando família, a alegria dos netos e já emprega 35 funcionários. A empresa vive um momento de expansão, busca modernizar a marca, aperfeiçoar a gestão e garantir qualidade nos processos e atendimento. Já são três unidades e ela quer melhorar sempre, trajeto no qual conta com a ajuda do Sebrae. Darlene já teve, por exemplo, acesso ao Empretec e à consultoria Sebraetec – que trabalhou a identidade visual da empresa, entre outras. 

Participação expressiva no Maranhão – Darlene integra um grupo de empreendedores, que no Maranhão, segundo o Data Sebrae e Receita Federal, somam 284,9 mil negócios formais registrados e ativos (micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais). Em São Luís, as MPE’s representam cerca de 93,5% dos negócios formais, cerca de 99,6 mil empresas nessa condição, sendodesse total, 93,2 mil micro e pequenas empresas. 

São os chamados pequenos negócios (micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais), principal força da economia, onde reinam, por exemplo, a padaria da esquina, o mercadinho, a borracharia, a lanchonete; a feira livre, o lava-jato, a oficina mecânica ou a farmácia mais próxima, além de inúmeros produtos e serviços presentes no dia a dia.

“Esses negócios têm um papel relevante, sendo responsáveis pela geração de empregos e oportunidades e pelo sustento de muitas famílias maranhenses. O Sebrae, cuja missão é apoiar os pequenos negócios, sente-se feliz em saudar os empreendedores, atuando firme para que eles possam crescer de forma sustentável”, comentou o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae Maranhão, Celso Gonçalo.

Comemoração – A data está associada a uma das grandes vitórias para esses negócios: a criação do Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei nº 9.841, de 05 de outubro de 1999), regulamentado pela Lei Complementar nº 123, a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. Mas é, principalmente, uma forma de valorizar quem se dedica a empreender, mesmo com dificuldade. 

Dados do Maranhão revelam protagonismo dos pequenos negócios

Até setembro de 2023, as estatísticas mostram um saldo positivo de 17,9 mil novos empreendimentos abertos no estado, sinalizando que a opção pelo empreendedorismo continua sendo forte, o que se reflete no desenvolvimento econômico do estado.

Os  MEI’s junto com as micro e pequenas empresas geraram no último ano cerca de 11,6 mil empregos com carteira assinada, o que equivale a 68,96% do total de empregos formais criados pela iniciativa privada, segundo dados da RAIS. 

No período, essas empresas pagaram cerca de R$ 477,6 milhões em salários, o que significa terem sido responsáveis por 46,45% dos salários pagos no estado pela iniciativa privada.

Sebrae direciona esforços para apoiar o empreendedor

Ofertando soluções presenciais e digitais (quase 400 itens), com 12 Unidades de Negócios e três Núcleos de Atendimento (NAE) no Maranhão, complementados por 150 Salas do Empreendedor e uma rede de atendimento em parceria com instituições, o Sebrae é presença relevante no dia a dia das empresas, desde o primeiro passo.

Além disso, programas como o Educação Empreendedora, Cidade Empreendedora, Inova Amazônia, Startup Nordeste, Sebraetec, além de ações de mercado como a Feira do Empreendedor e de varejo, como o Liquida Bazar, aliados a uma ampla oferta de cursos e consultorias, mostram um Sebrae como o grande parceiro dos pequenos negócios do estado.

Paralelamente, a essas ações, a instituição atua junto a segmentos e cadeias produtivas importantes da economia estadual, por meio de parcerias e dentro da estratégia territorial, trabalhando para fortalecer, por exemplo, o agronegócio, a cadeia de óleo e gás, o turismo e a economia criativa, com ações como o Mobiliza SLZ e o Agronordeste, ou preparando também empreendedores do comércio e serviços para uma gestão eficiente e com um olhar voltado para a sustentabilidade e novas tendências de mercado. 

Avatar photo

Andrezza Cerveira

Editora responsável. Profissional da comunicação com quase 20 anos de atuação no mercado maranhense. Atualmente apresenta o programa Diário Mais, na Rádio Mais FM 99.9, de segunda a sexta-feira, de 06h às 08h. Também possui no currículo experiências na extinta Rádio NOVA FM 93.1, TV Difusora, Portal Difusora On, Coordenadoria Municipal da Mulher de São Luís, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís, além de campanhas políticas e assessoria de imprensa para organizações privadas. Ao longo da carreira, exerceu praticamente todas as funções do jornalismo: reportagem, produção, produção executiva, chefia de edição, chefia de reportagem, apresentação e coordenação de jornalismo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x