Filha acusada de tentativa de homicídio contra mãe será julgada nesta terça-feira

Filha acusada de tentativa de homicídio contra mãe será julgada nesta terça-feira

Será submetida a júri popular nesta terça-feira (31/10) Luciana Paula Figueiredo, acusada da tentativa de homicídio qualificado, contra sua mãe, Ana Benedita Figueiredo. O crime ocorreu por volta das 22h, no dia 27 de janeiro de 2020, dentro do Hospital Carlos Macieira (São Luís), onde a vítima estava internada.

O julgamento está marcado para às 8h30, no salão de sessões do 1º Tribunal do Júri de São Luís, no Fórum Des. Sarney Costa (Calhau) e será presidido pelo juiz Gilberto de Moura Lima, titular da 1ª Vara do júri. A acusação será feita pelo promotor Rodolfo Soares Reis. A ré será defendida pelo advogado Romualdo Silva Marquinho. Serão ouvidas dez testemunhas.

Conforme consta no inquérito policial, a acusada tentou tirar a vida da sua mãe, Ana Benedita Figueiredo, mediante asfixia. No dia do crime, a ré acompanhava a mãe, que estava internada no Hospital Carlos Macieira, quando outros acompanhantes de outros pacientes próximos do leito da vítima observaram a acusada tentando sufocar a sua mãe com um pano. Ao perceber que outras pessoas a observaram, a acusada tentou fazer parecer que estava limpando a boca da vítima. Ainda conforme o inquérito, a ré tentou sufocar a mãe novamente até quando as técnicas de enfermagem chegaram ao leito da vítima. Após as técnicas saírem, a acusada ainda tentou mais uma vez asfixiar a mãe, quando um acompanhante de outro paciente filmou a ação e levou para a enfermaria que acionou a Polícia Militar. Ana Benedita Figueiredo foi levada imediatamente para UTI em estado grave. Luciana Figueiredo foi denunciada pelo MP por tentativa de homicídio qualificado mediante asfixia.

Cronologia – No dia 28 de maio de 2021, o juiz Gilberto de Moura Lima, titular da 1ª Vara do Júri, proferiu sentença de pronúncia para a ré ser julgada pelo júri popular. Durante o trâmite processual a acusada entrou com um pedido de incidente de insanidade mental, após perícia, foi declarado pelo juízo que a ré seria plenamente imputável. Em 18 de janeiro de 2023, o magistrado Gilberto de Moura Lima suspendeu o processo até o julgamento dos recursos  da acusada. No dia 23 de maio de 2023 foi designada a sessão de julgamento para o dia 19 de outubro.

Avatar photo

Andrezza Cerveira

Editora responsável. Profissional da comunicação com quase 20 anos de atuação no mercado maranhense. Atualmente apresenta o programa Diário Mais, na Rádio Mais FM 99.9, de segunda a sexta-feira, de 06h às 08h. Também possui no currículo experiências na extinta Rádio NOVA FM 93.1, TV Difusora, Portal Difusora On, Coordenadoria Municipal da Mulher de São Luís, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís, além de campanhas políticas e assessoria de imprensa para organizações privadas. Ao longo da carreira, exerceu praticamente todas as funções do jornalismo: reportagem, produção, produção executiva, chefia de edição, chefia de reportagem, apresentação e coordenação de jornalismo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x