Governo Federal garante R$ 7,3 bilhões para piso da enfermagem

Governo Federal garante R$ 7,3 bilhões para piso da enfermagem

Foi assinado nesta terça-feira (18) pelo presidente Luí Inácio Lula da Silva o projeto de lei que abre crédito especial no valor de R$ 7,3 bilhões em favor do Ministério da Saúde para incluir no orçamento da pasta o pagamento do piso nacional da enfermagem.

O texto enviado ao Congresso abre espaço no orçamento para pagar os salários da categoria, que chegou a ser suspenso pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado. Depois da decisão de Luís Roberto Barroso, que afirmou não haver previsão de onde sairiam os recursos, o Congresso aprovou uma emenda à Constituição para preencher essa lacuna.

O novo piso deve garantir que enfermeiros recebam no mínimo R$ 4.750. Técnicos de enfermagem receberiam a partir de R$ 3.325, enquanto auxiliares e parteiras receberiam R$ 2.375. A regra vale para o setor público, entidades filatrópicas e todos os prestadores de serviço que possuem no mínimo 60% de pacientes do SUS.

“O projeto vai ser votado pelo Congresso em caráter de emergência para que os profissionais recebam o quanto antes”, afirmou o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Paulo Pimenta.

 

 

Avatar photo

Andrezza Cerveira

Editora responsável. Profissional da comunicação com quase 20 anos de atuação no mercado maranhense. Atualmente apresenta o programa Diário Mais, na Rádio Mais FM 99.9, de segunda a sexta-feira, de 06h às 08h. Também possui no currículo experiências na extinta Rádio NOVA FM 93.1, TV Difusora, Portal Difusora On, Coordenadoria Municipal da Mulher de São Luís, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís, além de campanhas políticas e assessoria de imprensa para organizações privadas. Ao longo da carreira, exerceu praticamente todas as funções do jornalismo: reportagem, produção, produção executiva, chefia de edição, chefia de reportagem, apresentação e coordenação de jornalismo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x