Maranhão tem mais de 30 cidades em estado de emergência por causa das chuvas

Maranhão tem mais de 30 cidades em estado de emergência por causa das chuvas

O governador Carlos Brandão voltou a percorrer a Grande Ilha de São Luís para acompanhar, de perto, as intervenções preventivas realizadas em pontos de risco como as galerias nas proximidades do Tropical Shopping, no Renascença; a região do Antigo Grêmio Lítero, no Anil; Ponte do Rio Paciência, na Maiobinha; além da beira-rio que é interligada a um fluxo de água entre Araçagi e Maioba.

Verificando o êxito nas ações, o governador destacou que sua visita aos locais faz parte do esforço do governo em acompanhar e identificar vulnerabilidades, além de reforçar o planejamento para lidar com situações de emergência e responder de forma ágil, organizada e eficiente.

“Estamos fazendo uma vistoria in loco de todo o trabalho que nosso Comitê está fazendo. A minha presença aqui reforça a necessidade de acompanhar, de perto, este trabalho”, destacou Brandão.

Quanto às áreas que ofereciam risco nas proximidades do antigo Grêmio Lítero Recreativo Português, no Anil, que durante décadas foi uma das principais áreas de lazer de São Luís, o governador ressaltou as ações de desobstrução que evitaram o acúmulo de água nas vias e nas áreas residenciais e comerciais.

“Aqui temos um córrego que vem desde o antigo Clube Jaguarema. Foi desobstruído todo este trecho, passando por Pirapora, Vila Lobão, Vila Santo Antônio, Clube Jaguarema e chegando às proximidades do antigo Lítero. Antes, quando chovia, corria o risco de que a avenida fosse cortada. Assim, a gente garante o tráfego a esta área e mais dignidade às pessoas”, detalhou Carlos Brandão.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto, destacou a importância da resolutividade das ações, que têm sido possíveis graças à criação do Comitê Gestor de Prevenção e Assistência às Populações Vítimas das Chuvas (CPAV).

“O Corpo de Bombeiros, por meio da Defesa Civil Estadual, tem cumprido a determinação do governador Carlos Brandão a partir do Comitê Gestor que integra órgãos e secretarias em assistência às populações para que se evite danos severos. Estamos agindo tanto emergencialmente, quanto preventivamente, e temos conseguido”, afirmou o coronel.

O presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Marcos Aurélio Freitas, explicou que um dos focos da Caema tem sido o reparo de falhas identificadas na infraestrutura.

“A Caema tem feito o seu papel na ajuda às equipes da Sinfra, Corpo de Bombeiros e Casa Civil. Seguiremos firmes, pois este trabalho conjunto trará resultados como a proteção à população, seguido da correção dos problemas de infraestrutura”, disse o presidente da Caema.

Joselito Silva, que é morador do Anil, agradeceu a iniciativa da gestão estadual no combate à insegurança pública da região. “Isso aqui tudo era só mato e lixo; quando chovia, não tinha como ninguém passar aqui. Mas hoje eu só tenho a agradecer porque melhorou e desobstruiu a via para as pessoas que vem do Centro para as suas casas”, agradeceu o residente.

Municípios em estado de emergência

O Maranhão totaliza 31 municípios em estado de emergência, as situações foram determinadas por meio de um primeiro decreto estadual na qual foram incluídas as quatro cidades da Grande Ilha, enquanto em um segundo decreto assinado pelo governador foram incluídas mais 20. Em outras nove cidades a situação de emergência foi decretada pelas gestões municipais, incluindo Afonso Cunha e Lago da Pedra, contempladas no segundo decreto estadual.

As 20 cidades incluídas no segundo decreto estadual são: Afonso Cunha; Alto Alegre do Pindaré; Barreirinhas; Buriti; Coroatá; Esperantinópolis; Governador Nunes Freire; Graça Aranha; Grajaú; Lago da Pedra; Pedreiras; Pinheiro; Poção de Pedras; Santa Inês; Santa Luzia; Santo Antônio dos Lopes; São João do Caru; Trizidela do Vale; Tuntum e Zé Doca.

Em estado emergência a partir dos seus próprios decretos municipais estavam as cidades de Jenipapo dos Vieiras; Joselândia; Conceição do Lago-Açu; Viana; São Benedito do Rio Preto; Barra do Corda; Itaipava do Grajaú; Afonso Cunha; e Lago da Pedra.

“Temos mais 20 municípios em estado de emergência nos quais a gente segue acompanhando de perto; todos eles estão sendo assistidos com cestas básicas, primeiros socorros, com ação de realojamento em locais seguros, além do fornecimento de medicamentos e colchões. Irei visitar alguns destes municípios e acompanhar de perto”, assegurou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coronel Célio Roberto.

Recuperação de rodovias

Na ocasião, durante as vistorias na Grande Ilha, o secretário de Estado de Infraestrutura, Aparício Bandeira, comunicou que por meio da Sinfra, o governo já está fazendo o levantamento dos danos causados pelas chuvas intensas às rodovias que cortam o estado, a fim de incluí-las nas ações de recuperação.

“O governador determinou que a gente atue rapidamente na recuperação das rodovias. Nós tivemos problemas com a intensidade das chuvas nas regiões como as de Pedreiras, de Joselândia e na MA-006, no trecho de Tasso Fragoso a Alto Parnaíba. O mais importante é que temos três regionais com contratos de recuperação e em nenhuma delas deixaremos de realizar as intervenções”, comunicou o secretário da Sinfra.

Avatar photo

Andrezza Cerveira

Editora responsável. Profissional da comunicação com quase 20 anos de atuação no mercado maranhense. Atualmente apresenta o programa Diário Mais, na Rádio Mais FM 99.9, de segunda a sexta-feira, de 06h às 08h. Também possui no currículo experiências na extinta Rádio NOVA FM 93.1, TV Difusora, Portal Difusora On, Coordenadoria Municipal da Mulher de São Luís, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís, além de campanhas políticas e assessoria de imprensa para organizações privadas. Ao longo da carreira, exerceu praticamente todas as funções do jornalismo: reportagem, produção, produção executiva, chefia de edição, chefia de reportagem, apresentação e coordenação de jornalismo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x