Na Assembleia, Francisco Nagib pede retomada das atividades do Viva/Procon em Codó

Na Assembleia, Francisco Nagib pede retomada das atividades do Viva/Procon em Codó

O deputado estadual Francisco Nagib (PSB) solicitou, nesta quinta-feira, 22, na tribuna da Assembleia Legislativa, a volta do funcionamento da unidade do Viva/Procon no município de Codó. O parlamentar pediu providências ao Governo do Estado para agilizar as obras de reforma do prédio, que desabou no início deste ano e até hoje continua fechado, causando prejuízos à população, que precisa viajar para outas cidades para ter acesso aos serviços prestados pelo órgão, como emissão de documentos pessoais e outros.

“Nós estamos passando por um problema sério na cidade de Codó, onde o Viva/Procon está fechado porque o prédio desabou, no início deste ano, e o nosso governador Carlos Brandão, prontamente, pediu que fosse reformado urgentemente para que as atividades fossem retomadas logo, mas, infelizmente, numa ida do governador a  Codó, o prefeito atual entrou na articulação e disse-lhe que ia entregar um ponto comercial para que o Viva Procon mudasse de lugar, o que não ocorreu até hoje”, afirmou o deputado.

Segundo ele, a população está sofrendo com a falta dos serviços ofertados pelo Viva/Procon. “Acabei de receber um vídeo de codoenses que viajaram para a cidade de Coroatá, tendo que pagar mais de R$ 100,00 com transporte e alimentação, para poder tirar o seu documento de identidade. Isso é inadmissível”, denunciou Francisco Nagib.

O parlamentar solicitou o apoio do governador para resolver o problema. “Não podemos deixar isso acontecer, meu governador, o senhor que é resolutivo, empresário, que é um grande político, entre em ação, não espere a vontade do prefeito de Codó entregar o ponto para que seja retomado o Viva/Procon”, pediu.

Problema

Nagib também pediu a atenção da presidente do Viva/Procon, Karen Barros, solicitando urgência à solução do problema. “O prefeito municipal de Codó não vai ter a capacidade de resolver, de encontrar o ponto adequado para que o órgão seja reformado”, frisou o parlamentar.

Ele também destacou os prejuízos à população, dizendo que os codoenses estão tendo que pagar caro para ter um documento de identidade, ou seja, para ter dignidade e cidadania.

“Isso é inadmissível, eu repudio e fico triste com essas atitudes da gestão municipal, que onde se mete para tentar resolver, só atrapalha a situação. A Casa da Mulher Maranhense, que já ia para a cidade de Codó, o prefeito está demorando a entregar ao Ministério Público o prédio, que está abandonado, deteriorando-se. O Dr. Eduardo Nicolau, desde o dia 6 de junho, está pedindo ao município esse prédio de volta, e, até agora, o prefeito não resolve a situação, prejudicando, mais uma vez, os codoenses. Então, reitero aqui o meu pedido para que o Governo do Estado ajude a nossa população a ter os serviços do Procon funcionando na cidade”, concluiu Francisco Nagib.

Avatar photo

Andrezza Cerveira

Editora responsável. Profissional da comunicação com quase 20 anos de atuação no mercado maranhense. Atualmente apresenta o programa Diário Mais, na Rádio Mais FM 99.9, de segunda a sexta-feira, de 06h às 08h. Também possui no currículo experiências na extinta Rádio NOVA FM 93.1, TV Difusora, Portal Difusora On, Coordenadoria Municipal da Mulher de São Luís, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís, além de campanhas políticas e assessoria de imprensa para organizações privadas. Ao longo da carreira, exerceu praticamente todas as funções do jornalismo: reportagem, produção, produção executiva, chefia de edição, chefia de reportagem, apresentação e coordenação de jornalismo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x