Secretário de São Luís e deputado estadual trocam acusações sobre Hospital da Criança

Secretário de São Luís e deputado estadual trocam acusações sobre Hospital da Criança

O secretário municipal de saúde, Joel Nunes Júnior, reagiu as acusações feitas pelo ex-secretário de Estado da saúde e atual deputado estadual, Carlos Lula, sobre a situação do Hospital da Criança que está em obras para ampliação há 10 anos.

O titular da pasta municipal disse que o deputado deveria respeitar a tribuna da Assembleia e falar a verdade. Isso porque durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (26), o deputado Carlos Lula (PSB) apresentou documentos que, segundo ele, comprovam a oferta do Hospital Dr. Genésio Rêgo à Prefeitura de São Luís para atendimento aos pacientes do Hospital da Criança (HC). Segundo o deputado, as provas contradizem o relato do secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, que, durante audiência na Câmara de Vereadores, afirmou ser mentirosa a proposta de Carlos Lula.

Na tribuna, Lula apresentou dois documentos. O primeiro sobre uma reunião entre Carlos Lula, à época secretário da SES, e o secretário Joel Nunes, em fevereiro do ano passado. Já o segundo sobre a oferta do Governo do Estado em ceder o espaço físico do Hospital Dr. Genésio Rêgo para alocar os setores que funcionavam no térreo do Hospital da Criança enquanto a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Sinfra) concluiria a obra da unidade municipal.

“Secretário Joel, quem está mentindo é vossa excelência, que deveria gastar essa energia para dar dignidade às crianças que estão sem remédio e aos acompanhantes que estão no corredor do Hospital da Criança. Está aqui o ofício. Eu nunca havia falado isso para que ninguém me acusasse de estar fazendo política com saúde. Mas, agora, quero lembrar ao secretário Joel Nunes que, enquanto secretário de Saúde, já dei soro, luvas e remédios para que não faltasse atendimento no Socorrão. Vossa excelência não lembra?”, questionou.

Para o parlamentar, a Prefeitura de São Luís deveria se envergonhar por oferecer às crianças um atendimento precário e desumano. Ele lembrou que, nos últimos meses, o Hospital da Criança registrou incêndio na ala de Raio-X, alagamentos, infiltração e que uma criança indígena morreu após ter seu atendimento recusado na unidade.

Na noite desta quarta-feira (26), Joel Nunes revelou que ofício mostrado na Assembleia é apenas e tão somente uma resposta, quase um mês depois, de um ofício enviado por ele. O gestor municipal disse que oficiou a SES e que a prefeitura está fazendo o que Carlos Lula teve anos para fazer e não fez.

“Vamos terminar o Hospital da Criança, da forma adequada, refazendo um projeto que tornaria aquele hospital, a cara do seu trabalho. Aliás, fico admirado com a sua preocupação de hoje, já que enquanto esteve à frente da Secretaria de Estado da Saúde, nunca ligou para esse hospital, não olhou para as nossas crianças, não fez o que deveria ser feito. Então, senhor deputado, deixe de fazer politicagem e vá trabalhar. Teve anos e anos pra fazer e não fez e depois vem dizer que faria em 45 dias?!!! Nos respeite e vá procurar trabalhar”, disparou.

Avatar photo

Andrezza Cerveira

Editora responsável. Profissional da comunicação com quase 20 anos de atuação no mercado maranhense. Atualmente apresenta o programa Diário Mais, na Rádio Mais FM 99.9, de segunda a sexta-feira, de 06h às 08h. Também possui no currículo experiências na extinta Rádio NOVA FM 93.1, TV Difusora, Portal Difusora On, Coordenadoria Municipal da Mulher de São Luís, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís, além de campanhas políticas e assessoria de imprensa para organizações privadas. Ao longo da carreira, exerceu praticamente todas as funções do jornalismo: reportagem, produção, produção executiva, chefia de edição, chefia de reportagem, apresentação e coordenação de jornalismo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x