Possível subnotificação de acidentes de trabalho acende alerta do Ministério Público

Possível subnotificação de acidentes de trabalho acende alerta do Ministério Público

O Ministério Público do Trabalho no Maranhão vai realizar nesta quarta (26), às 9h, em sua sede, no Calhau, uma audiência coletiva com a presença de órgãos fiscalizadores e de empresas que atuam no
estado na área da saúde dos trabalhadores. O debate será feito por causa de indícios de subnotificação de acidentes, doenças e agravos relacionados ao trabalho.

De acordo com dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho (SmartLab MPT/OIT), em 2022 foram registrados em todo o Maranhão 4,1 mil acidentes de trabalho, índice 20,6% maior que o em 2021, quando foram notificados 3,4 mil acidentes laborais. O número de vítimas fatais foi de 39 em 2022, enquanto em 2021 foram 27, portanto, houve um crescimento de 44% na quantidade de óbitos no ambiente de trabalho.

De acordo com a procuradora do Trabalho Anya Gadelha Diógenes, coordenadora regional de Defesa do Meio Ambiente de Trabalho (Codemat), o evento visa promover o fortalecimento da saúde do trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS) e conscientizar empregadores sobre a importância da emissão de comunicações de acidentes de trabalho (CATs) e registros no Sistema de Informações de Agravos de Notificação (Sinan).

A audiência integra as ações da campanha Abril Verde, realizada todos os anos por órgãos públicos e instituições de proteção do trabalho seguro, para promover a conscientização sobre a importância da segurança e da saúde do trabalhador, utilizando a cor verde, representativa da segurança do trabalho. Este ano, o slogan da campanha Abril Verde é: “Todo acidente de trabalho deve ser notificado. O trabalhador não é invisível”.

Subnotificação de acidentes
Tanto o número de acidentes quanto o de mortos são feitos por meio do preenchimento da CAT e do Sinan, daí a importância de combater a subnotificação de casos. Segundo o INSS, a estimativa é que 731 acidentes de trabalho deixaram de ser registrados em todo o Maranhão no ano de 2022.

Municípios do Maranhão

Entre as cidades maranhenses com maior número de acidentes laborais, São Luís lidera o ranking com 2417 casos notificados, o que corresponde a 59% dos dados totais do estado. Em seguida vem: Imperatriz, com 318 casos; São José de Ribamar, com 131 casos; Balsas, com 127 casos, e Timon, com 90 acidentes de trabalho registrados.

Setores econômicos recordistas de acidentes de trabalho

As atividades econômicas que acumularam o maior índice de acidentes de trabalho registrados no ano passado em todo o Maranhão são: comércio varejista com predominância de hiper e supermercados (8% dos casos); atendimento hospitalar (8%), atividades de associações de defesa de direitos sociais (5%) e construção de edifícios (4%).

Lesões e profissões com mais registros de acidentes

Do total de acidentes laborais de 2022, 18% resultaram em lesões por corte, laceração, ferida contusa e/ou punctura; 17% causaram fraturas; 15%, lesões imediatas; e 12%, ferimentos superficiais. Os técnicos de enfermagem, serventes de obras, faxineiros, motoristas de caminhão e enfermeiros são as profissões com maior índice de acidentes de trabalho.

Avatar photo

Andrezza Cerveira

Editora responsável. Profissional da comunicação com quase 20 anos de atuação no mercado maranhense. Atualmente apresenta o programa Diário Mais, na Rádio Mais FM 99.9, de segunda a sexta-feira, de 06h às 08h. Também possui no currículo experiências na extinta Rádio NOVA FM 93.1, TV Difusora, Portal Difusora On, Coordenadoria Municipal da Mulher de São Luís, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Luís, além de campanhas políticas e assessoria de imprensa para organizações privadas. Ao longo da carreira, exerceu praticamente todas as funções do jornalismo: reportagem, produção, produção executiva, chefia de edição, chefia de reportagem, apresentação e coordenação de jornalismo.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x